domingo, novembro 09, 2008

Quem foi que disse que rir é o melhor remédio?


"Eu faço as minhas coisas. Você faz as suas..."

Quando o Perls escreveu isso é claro que ele tinha seus motivos. Toda tentativa de comunicação implica em uma persuasão. Como receptora dessa informação eu faria uma única coisa diante desta sentença: pensar duas vezes em me aproximar do Perls.

Eu inclusive concordo quando ele pontua que nenhum ser humano deve viver de acordo com as expectativas de outro ser humano. Mas ao invés deu desferir essas palavras em uma metralhadora, embutidas implicitamente de um "cuidado!" eu te digo assim:

entra, fica à vontade. Você é você. Eu sou eu. A gente pode até não se encontrar que vai ser lindo do mesmo jeito. Eu vou adorar combinar as nossas diferenças. Isso vai ser no mínimo uma boa surpresa: a de que no mundo ainda existem pessoas "com personalidade" que remam fugindo da massificação.