quarta-feira, maio 19, 2010

HOMENAGENS e homenagens ou Menàge



Bronha, punheta, bater uma, masturbação. Por que os encontros do homem com o falo são infinitamente superiores que os da mulher com sua genitália, por vezes esquecida? Qual o homem que nunca homenageou uma mulher gostosa em um momento de reflexão?

O poder da bronha é infinito. E não adianta você pensar que, por ser uma mulher gostosa, linda e inteligente que seus peitões e sua bunda bem feita não eximirão seu namorado, marido, amante ou peguete de bater uma punheta. Há quem bata mesmo depois do sexo. Sim, pesquisei.

Homem é punheteiro, porque insatisfeito, ou bate punheta porque é besta demais? A maioria das mulheres não se contenta com a masturbação. Algumas dizem por ser muito impessoal, sem sentimento, outras por preferirem o negócio ao vivo e à cores, outras porque simplesmente não sentem prazer nem com o chuveirinho. Pode ser que essa relação entre o homem e o prazer individual tenha relação com aquela história de que homem faz sexo e mulher faz amor e o resto vocês já sabem.

Homem é mais prático, objetivo. Mulher demora a tomar decisão, a escolher, porque pensa em cada detalhe de qualquer coisa, pensa mais de uma vez, com todo cuidado, e ainda assim não escapa de fazer merda. Mulher também tem umas frescuras, por nós entendidas como carência afetiva, ou conflitos pessoais que sempre nos tornam seres humanos melhores ou, no mínimo, mais resolvidas. Será?


Somos muito diferentes. Enquanto homem pensa em comer uma mulher "qualidade", a gente quer um homem lindo, carinhoso e educado (no meu caso, "inteligente" entra na lista). Queremos um jantar à luz de velas, flores, declarações (mesmo que não verbais), beijo, todo amor do mundo e sexo bem feito. Homens são mais simples. Uma mulher gostosa que fode bem já os deixa quase totalmente satisfeitos. Uma satisfação que dura pouco tempo, mas ainda assim uma satisfação.

Ó mundo cruel! Como ficar sossegada se o homem lindo do coração sempre será homem? Sim, eles estarão insatisfeitos pra sempre. Alguns conseguem aquietar o fogo de baixo do zíper e manterem-se fiéis, ao menos na prática. Supõe-se que eles nunca estarão contentes. Mesmo que seja só uma imaginaçãozinha pra fugir da rotina, eles homenagearão aquelas que têm um cuzão, um peitão, uma jogadora que eles imaginam ser selada! Uma mulher gostosa nunca passará despercebida. Se passar despercebida, ou ele desenvolveu uma grave miopia, ou mudou a opção sexual. Aí, nêga, pior pra ti.

Terapia para eles? Não sei se funcionaria. Acho que esse "detalhe" é da natureza deles. Às vezes eles se comportam como machos insandecidos que procuram uma fêmea só pra ejacular. Acontece. Assim como é natural da mulher ter maior atração por quem lhe dá carinho, o que pressupõe que este macho ajudaria a cuidar da cria com bastante esmero.

Ainda custará muito até que o homem entenda a mulher e a mulher, o homem. Nosso péssimo hábito de olhar o outro a partir de uma visão etnocêntrica, ou seja, ver o outro influenciado sobre a maneira como nos vemos, tornará lenta esta compreensão recíproca. A mulher sempre tenderá a olhar para o homem com o olhar feminino. E o homem tenderá a olhar para a mulher com o olhar masculino. Pra entender o homem, só pensando com a cabeça de homem. Pra entender a mulher, só pensando com a cabeça de mulher.

Homem sempre fará sexo e a mulher sempre fará amor? Claro que não. Toda regra admite uma exceção. O certo é que a mulher tenderá a querer toda atenção do mundo e o homem as bundas e os peitos mais gostosos.