quinta-feira, agosto 04, 2011

burburinho

A luz de cor quente do quarto não poderia ser mais convidativa. Entrei sem esperar o convite. A imagem refletida massageou minha vista que agradeceu a bênção de uma composição tão agradável. A luz contornou tetas lindas que apontavam pro céu e iluminou as partes que interessam de umas coxas e bunda cobertas por uma meia arrastão. Pés ainda descalços que aguardavam ser agasalhados em um salto vermelho. Os olhos dela me convidaram a ficar à vontade. Experimentei o colchão macio, a manta quente e a pele com cheiro de hidratante.